Informativo Sinduscon | Veja em seu navegador!
 
   

   Edição 131 - Outubro / 2017

 
 
DESTAQUE

Tendência de recuperação da indústria oscila, mas prossegue

Segundo o boletim Economia em Perspectiva, da CBIC, na semana passada, os dados da CNI mostram que tendência de recuperação da indústria prossegue em agosto, apesar que oscilar resultados positivos e negativos do faturamento real, entretanto ainda acumula no ano uma queda de 3,5%. Ainda, o emprego industrial se mostrou estável em agosto, enquanto o rendimento real, as horas trabalhadas e a Utilização da Capacidade Instalada se elevaram.
Leia mais...

 
Expectativa de inflação sobe em 2017 e cai para 2018

FOCUS – Após sucessivas quedas, os analistas do mercado financeiro elevaram as expectativas de inflação de 2,95% para 2,98% neste ano, entretanto, reduziram de 4,06% para 4,02% em 2018. A projeção dos juros foi mantida em 7% para o final deste e do próximo ano. Veja outras projeções de índices da economia.
Leia mais...

 
Lideranças do setor defendem vigência plena da reforma trabalhista

Durante encontro sobre segurança e saúde, dirigentes e empresários da indústria da construção defenderam, ontem, a vigência plena da reforma trabalhista e que as regras por ela impostas sejam acatadas tanto pelo poder Judiciário quanto pelos órgãos de fiscalização a partir de 11 de novembro.
Leia mais...

 
 
    Leia também!
 
CBIC lança Campanha Nacional de Prevenção de Acidentes na Construção Civil

A CBIC lançou ontem, em Brasília, a Campanha Nacional de Prevenção de Acidentes na Indústria da Construção (CANPAT Construção 2017/2018), combinando esforços com os principais atores da Segurança e Saúde do Trabalho: o Sesi Nacional, os Serviços Sociais da Indústria da Construção (Seconcis) e o Ministério do Trabalho (MTE).
Leia mais...

  Seminário debate a Insegurança Jurídica

Foi um sucesso a edição deste ano do Seminário Jurídico CBIC – Construindo o Direito, realizado pelo Conselho Jurídico da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Conjur/CBIC). Com a presença de oito debatedores, entre eles a ministra Eliana Calmon Alves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), o evento discutiu assuntos das áreas Tributária (RET e ICMS), Trabalhista (empreitada e terceirização), Consumerista (distratos) e Administrativa (mediação e arbitragem), de forma a minimizar a insegurança jurídica.
Leia mais...