Publicado em 05/01/2023 às 08:18

37

Construção civil projeta crescimento neste ano

A construção civil registrou recordes em 2021, crescimento em 2022 e projeta bons resultados para 2023. A Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) prevê crescimento de 2,5% para o setor. 

Em Maringá, um exemplo de otimismo é a Plaenge, que lançou empreendimentos em 2022 conforme planejado e entregou mais uma obra no prazo. A construtora chegou a 21 empreendimentos lançados, sendo que 13 foram entregues desde o início das operações em Maringá, em 2008. 

Com banco de terrenos para lançamentos nos próximos três anos, a Plaenge projeta até três lançamentos no ano. A atuação continuará na Zona 7, Zona 3 e Zona 8, os três bairros onde a construtora possui empreendimentos. Serão abrangidos vários públicos, com produtos tanto para o investidor que procura retorno, seja por meio de aluguel ou revenda, como para famílias que buscam conceitos como conforto, elegância e sofisticação para moradia. 

“Acreditamos que 2023 será um ano de adaptação ao novo governo, mas também que, pelos diferenciais e qualidade dos nossos produtos, pelo exclusivo Seguro de Entrega de Obra e pela pontualidade na entrega, conseguiremos manter um volume crescente de lançamentos e, consequentemente, um volume maior de obras do que já temos na cidade. Maringá é um mercado promissor e acreditamos no crescimento”, comenta Leonardo Fabian, da Plaenge.  

Como diferenciais, a empresa oferece o Seguro de Entrega de Obras, o sistema de Plantas Flexíveis, entrega dos térreos equipados e decorados, entre outros. Além disso, está sendo implementado o Plaenge Personalize, em que o cliente pode optar por combinações de acabamentos.

A Catamarã realizará a entrega de um empreendimento e trabalhará em um grande projeto em 2023. Trata-se de do primeiro condomínio residencial vertical do Jardim Monções, com mais de 4,7 mil metros quadrados de área de lazer, 72 unidades, sendo as opções de 180 e 253 metros quadrados e dois duplex com piscina privativa. 

O lançamento estava programado para 2023, mas foi antecipado para novembro de 2022, um bom ano para a construtora, que identificou demanda por produto diferenciado e estabilização na compra de insumos. “Com o perfil do novo governo, acreditamos que haverá incentivos para geração de crédito no setor imobiliário e oferecemos segurança que só um imóvel pode garantir para as pessoas”, observa Marcelo Quirino, da Catamarã. 

O público de alta renda é o foco do novo empreendimento. O residencial terá acabamento de alto padrão e opções como espaço em parceria com a Adidas, quadras, arena beach sports, mirante, lounge, espaço zen, espaço wellness, espaço gourmet com piscina privativa, espaço grill, sky bar, salão de festas, espaço para crianças com parque integrado visualmente com as quadras, fraldário, brinquedoteca, área para pets, entre outros. “Produtos exclusivos e diferenciados com qualidade sempre terão demanda. É nisso que a Catamarã vem apostando”, frisa Quirino.

Sua privacidade é importante para o Sindicato Da Indústria Da Construção Civil Do Paraná Região Noroeste – Sinduscon-PR/Noroeste.